Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

ALEGRIA

 

Peguei em lápis de cor, e dei mais vida à minha folha de papel. Carreguei nos vermelhos das flores, no amarelo do Sol, no azul do Céu, no verde dos campos.

Tudo deixou de ser cinzento. Para cinzento, já basta a vida!

 

Tu apareceste, e trouxeste até mim uma Tela, tão grande, tão grande, que podíamos morar lá dentro.

Uma espécie de cubo, e por mais pálido e estranho que fosse, era somente nosso.

Pegamos em pincéis enormes, do tamanho do nosso coração, e pintamos ali mesmo o arco-íris da nossa alegria.

 

Ás vezes aqueles tons cinza aparecem, como se alguém por distracção lhe roubasse a tonalidade, fazendo da nossa vida, uma Tela a preto e branco.

A vida não precisa de ser, estranhamente do mesmo tom.

 

Felizmente eu olho ao meu lado e vejo-te. A alegria aparece!

Esta alegria não vem para ficar. É como aquele mar que pintamos cheio de ondas que não são reais.

 

As verdadeiras ondas, vêm e vão, assim como a alegria que me trazes.

Por mais que esta não seja uma constante, preciso dela.

Preciso dela como preciso de ti, porque sem ti a vida não tem cor, e a alegria perde-se, até uma nova maré. Nessa nova maré, trazes sempre uma nova cor. Que perdura o tempo suficiente para fazer de mim, mais feliz.

 

Catarina Portela

COMPANHEIRISMO

 

Somos velhos sentados perto da lareira, a ouvir a madeira a estalar. Somos velhos, sem paixões loucas, nem espaços para ilusões. Somos velhos, mas mais que velhos, somos dois!!!

Dois teimosos, rabugentos, mas cheios de lições de vida.

 

– Velhos?

Velhos são os trapos, e inteligentes são quem os usam para limpar a sua vida! Arejar com os conselhos e as historias. Reviver com alma e memórias.

 

Velhos somos, mas depois de uma vida, somos tanto e tanto um ao outro.

Foram embora aqueles sonhos gigantes, e partiram os filhos para outras casas, e perdemos já tantos e tantos que amávamos. Mas Eu e o Velho, Nós soubemos aguentar a Cruz, aquela que pesa tanto e tanto. Quando são dois a pegar nela, tão leve que esta fica…

 

Vai-se embora tudo, e todos, mas ficamos Nós. Com aquela voz que não precisa gritar, com aquele sorriso maroto que diz tanto sem uma única palavra.

 

Ficamos Nós e a Nossa Companhia mútua e inabalável.

E somos mais juntos, do que algum dia seriamos em separado!

 

Catarina Portela

PUREZA

 

Gosto da pureza da criança. Gosto da falta de maldade que existe enquanto somos pequeninos. Gosto porque é espontâneo cada traço, cada acção, cada palavra. Gosto pois tudo isso faz de Nós genuínos.

A partir do momento em que nos inserimos na sociedade, já não somos apenas Nós. Somos Nós “+” os Outros. Uma equação matemática que distorce tudo o que deveria ser individual e único.

Não sei quando é que deixamos de ser extremamente puros e fiéis a Nós mesmos. Sei somente que, quando o Amor desce de lá de cima até Nós, há algo de puro que regressa.

Talvez seja aquela gargalhada que já não se dava à algum tempo, ou então as borboletas na barriga, que parece o nervosismo do primeiro dia de escola. Talvez seja aquela sensação estranha de contar tudo, ou o desejo de projectar uma vida em conjunto.

 

Seja como for, a Pureza torna-nos Incomparáveis, a naturalidade com que as palavras nascem, os gestos, os olhares, fazem de Nós mais Humanos, mais Homens, e mais Mulheres. Viver em comunhão de forma Pura, é viver melhor connosco e com todos os outros.

 

Haverá melhor forma de Viver?

 

Catarina Portela

O Destaque da Sapo

 

Após Anos e Anos e Anos a escrever, no meio de milhões e milhões de Blogs, eis que a SAPO me encontra e me coloca em DESTAQUE :) No meio de tantos blogs que já fiz, foi aquele que menos escrevo que mereceu o Destaque!!! Foi o de poesia...

 

http://pedacosmeus.blogs.sapo.pt/ - PEDAÇOS MEUS

 

A vida surpeende-me, e a Sapo também! :) :) :)

 

Obrigado Sapo.

 

destaque da sapo