Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

A Caixa - História de Vida

 

Estou trancada numa caixa, presa durante o imenso dia, apagada durante a noite. Não há vento que me derrube. Os meus pés estão somente colados ao chão!

Estou bem… Estou bem, aqui neste mundo sem janelas! Estou bem, sem saber se chove ou se está sol! Estou bem quando ouço, lá fora, os risos a entoar, e fazem eco ao longo das intermináveis horas.

O relógio não existe, mas existe aquele beijo de despedida, aquele abraço apertado, aquela voz atrás do telemóvel que repete, vezes sem conta, o quanto me ama, o quanto confia em mim, o quanto sente saudades minhas.

Existe, ou não…

Existe aquele sonho, de abrir a caixa e ver se o céu é assim tão azul, se a lua é assim tão redonda, se a noite é assim tão escura.

Existe aquele sonho em que tu chegas, pegas-me pela mão e os meus pés andam, como se o fizesse sempre… Tu sorris, e perguntas porque estou ali sozinha. Eu olho o chão e digo-te que gosto… Gosto do vazio que sou, do vazio que sinto!

 

Incrédulo pensar que para te amar tenho que sentir que estou bem, sem nada, sem ninguém.

Amar é ter tudo, fazer tudo, dizer tudo, brincar tudo, chorar tudo, ultrapassar tudo!

O Tudo é o limite, e o limite não existe… Reconstrói-se todos os dias!

 

Mas aquela dor… É uma dor que mora na caixa. Mas a caixa não sou eu!

Eu existo, assim como tu! Eu luto, assim como tu!

Luto para te ter…Luto para ser mais contigo…Luto para te sentir comigo…

Para lutar, eu não preciso de ti, nem da caixa, nem do eco das vozes.

Preciso só dessa dor enfiada na caixa!

 

O meu castigo é a distancia…

E nem a distancia é culpa minha…

 

(História de vida de Neuza - nome ficticio)

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.