Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

A Tela

 

Há uma ansiedade enorme de que um dia te tornes lembrança.

Fazes e desfazes tudo o que é possível.

Avanças e recuas, e com o tempo corres e desnudas os pedaços que teimaste em prender, sem ninguém os querer.

 

Mostras-te preto, enquanto o mundo te vestia de branco, e fica cinzento todo o resto. Resto esse que não pede para dizer adeus, vai, sem ter mais motivos porque ficar.

 

Bastou uma frase alheia, para os meus olhos deixassem de ser cegos, para que os teus morressem para o mundo, e para que tudo, e mesmo tudo, perdesse o sentido, e ficasse no baú do que não deveria ser vivido.

 

Deambulando por afagos que te trazem a bom porto, calado carregado de pudor e desalento, evitas, como se fosse sempre essa, a solução.

E será, porque já não te peço, não duplico, não faço, não canto, não sonho ou sorrio, para ti.

 

Em tela pintei o além do horizonte, mas a chuva molhou a pintura, e descobri que estava sozinha, criando, apagando, e reescrevendo uma arte, que não era a real.

 

Real, são os traços que risco todos os dias, e me definem para alem da tela que a chuva molhou.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Catarina Portela 11.05.2010 11:31

    Ísso mesmo caro amigo. É mesmo essa a essência, a chuva dilui o que éramos e nós, seres humanos, vamos riscando o nosso caminho à procura que uma nova Tela que nos provoque a sensação de realização. Tudo porque somos eternos insatisfeitos à procura da perfeição da nossa obra de Arte - A vida.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.