Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

O Cavalo Branco

 

 

Um cavalo branco corria por entre as nuvens de algodão, com asas maiores que o seu próprio corpo, cobrindo de sombra crianças que inocentemente brincavam debaixo de Sol primaveril.
De sorrisos nunca vistos, arrancavam flores e cantavam com os primeiros pássaros, melodias de outro planeta.
 
Os adultos continuavam adormecidos…
 
Eis que as borboletas nascem de seus casulos e trazem mais cor e movimento à tela que pinta a vida. Entre escondidas, macacas escritas no chão, futebol feito de bolas de cartão e balizas de papelão, estava o João que chorava.
 
Os adultos continuavam adormecidos…
 
Os meninos ao ouvirem as lágrimas densas de João a caírem no chão, pararam seus movimentos frenéticos.
A menina Leonor, aproximou-se de mansinho, e atrás dela vem uma multidão de crianças curiosas.
 - Que tens João?
 - Ninguém quer brincar com esta máquina estranha cheia de pistões coloridos e programas que fazem muito barulho. Fiquei sozinho. – dizia ele
 
Os adultos continuavam adormecidos…
 
Leonor sorriu, e com um ar sabichão, levantou a sua mão tapando-lhe os olhos.
- Que vês tu, João?
- Nada! – Retorquiu João sem entender o que queria Leonor.
- Tenta ver…
João mergulhou no mundo da fantasia, cheio de cheiros novos e meninos felizes que não precisavam de brinquedos sofisticados. Sem nada dizer, João riu-se.
Pegou na mão de Leonor e foram brincar com as flores, os pássaros e as bolas de cartão.
 
E os adultos continuavam adormecidos…
 
Sentadas debaixo da grande árvore, as crianças estavam cheias de brincadeira e contavam as suas aventuras, à espera de alguém.
O cavalo branco de asas maiores que o céu, desceu devagarinho.
Antes que as flores murchassem, e os pássaros parassem de cantar. Antes que o calor aterrador de Verão viesse cansar os meninos, o cavalo levou-os em suas assas, para viveram eternamente naquele mundo de cor.
 
Os adultos nem sentiram a Primavera chegar, e nem repararam quando ela se foi embora…

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.