Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Memória de Verão

 

Corri para o mar, e senti-te a aproximar. Sorri já nem sei porquê.
Observei o que escrevias na areia e completei o teu traço.
Nesse momento passa por nós um casal de Idosos.
A Senhora sorriu. Que alegria ao cruzar aquele olhar.
 
O amor de criança é inocente, frágil e deambula entre miminhos, beijinhos e abraços ternos.
O amor do adolescente é fugoso, intenso, inesquessivel e eternamente marcante.
O amor de um Adulto, é mais maduro e consciente, mais preocupado e paciente.
O amor de um Idoso, é inquestionável.
É o amor que durou para sempre, é uma vida inteira em conjunto, entre beijos e discussões vorases, entre duvidas e certezas, é uma caminhada lado a lado.
 
Este é o amor que todos desejamos um dia.
Aquele que nos prende á vida, que nos dá prazer a cada momento.
Aquele que é eternamente intenso, eternamente incontestável.
Aquele que nos faz sorrir de alegria e nos despedaça o coração com desilusões.
Sim, porque amar é gritar o nome do outro, em qualquer ocasião, sabendo que jamais irá embora. Porque ama e é amado.
 
Qual não será a minha alegria poder um dia estar a teu lado, daquela forma.
À medida que o tempo passa, este amor não se perde, amadurece.
 
Fico feliz por demolir o muro que estava em volta do teu coração
E que farei com as pedras?!
Simples, um lar.

Por vezes olhas-me admirado e dizes que te transformei… Não…
Eu não fiz de ti um homem diferente, eu mostrei ao mundo o melhor de ti!

8 comentários

  • Imagem de perfil

    Catarina Portela 11.09.2008 10:44

    :) Ai pedras... ainda vão aparecer muitas.. certo?!
    Mas a vida é mesmo assim... e espero ter sempre a mesma força.... para construir um castelo :).

    Espero que esteja tudo bem contigo Laura.
    Minha amiga que me acompanhas desde o inicio.
  • Imagem de perfil

    madura 11.09.2008 19:44

    Espero que as tuas pedrasbem mais fáceis de mover do que as minhas.

    Sabes minha querida, neste momento da minha em vez de pedras, já tenho muito betão armado na minha vida e estou com muita dificuldade para arranjar força para aguentar com ele.

    Sê feliz, com muito afinco.

    beijinhos
  • Imagem de perfil

    Catarina Portela 12.09.2008 10:22

    Amiga, já passas-te por muito e ultrapassas-te fazes muito dificeis.
    Creio que independentemente do que se possa passar, tu és mais forte que isso.
    Às vezes, nós ficamos cansados de problemas, como eu te entendo...
    Parecemos uma espécie de iman que só empurra para nós situação complicadas...
    É sempre melhor pensar que estas coisas só nos acontece porque somos das poucas capazes de as ultrapassar.

    Beijo amiga.
  • Imagem de perfil

    madura 12.09.2008 20:39

    minha querida, são estas interpretações àquilo que vamos dizendo neste lugar, que nos faz descobrir a razão de sentir-mos empatia por algumas pessoas sem as conhecer-mos de lado nenhum. Neste caso, nós. Sem dúvida, dizes uma coisa tão certa...Já me perguntei muitas vezes:-Serei que tenho um ímen que só atrai algumas coisas que quase me partem o coração?Vou refletir no que disses-te. Se calhar só acontecem por seremos capaz de ultrapassar.Será.Deus queira tenhas muita razão. Só para que percebas porque escrevi no comentário anterior o que escrevi é porque cheguei à conclusão que me doí mais chorar por causa de pessoa viva do que pessoa morta (não estou a falar da relação pai/filhos) da morta pode-se chorar de saudade por aquilo que algum dia nos deu de bom e por um vivo chora-se de saudade por aquilo que nunca se tem ou teve.Entendes-mes?concerteza que sim.

    Para ti, de coração, desejo-te as maiores felicidades

    até sempre e um bom fim de semana
  • Imagem de perfil

    Catarina Portela 13.09.2008 00:15

    Sim, percebo-te bem. Infelizmente os vivos dão-nos desilusões, magoam-nos de uma forma demasiado intensa, e por vezes é permanente. E realmente penso que temos um iman para situações que nos trazem dor. Eu pelo menos sou uma perita em sofrer com situações que me aparecem, e também sofro com situações que eu própria procuro. Acho que exigimos muito dos outros, e muito de nós mesmos, assim sofremos a dobrar... ou até mais...

    Fomos feitas para derrubar muros... Um dia vamos saber lidar com isso, espero eu ;)
    Beijos.
  • Imagem de perfil

    madura 13.09.2008 09:10

    Estou a adorar falar contigo, pois sinto que me entendes bem.
    Gostava de partilhar outras coisas mas não neste espaço, talvez por e-mail.Posso?

    A dor que mais moí é aquela em que tu estás a fazer seja o que for e que ela está ali sempre sentada. é eterna.Dentro destas dores há desconfiança , a dsesilusão e a dificuldade em encontrar soluções, pois para encontrar certas soluções, temos de ter o cuidado de não magoar os descendentes.faço-me entender? Não devo alongar-me aqui, não me que expor demais.Se eu puder usar o teu e-mail talvez possamos conhecermo-nos melhor.

    beijinho muito grande e obrigado pela atenção que me tens dado. Já gosto muito de ti.
  • Imagem de perfil

    Catarina Portela 13.09.2008 14:37

    Olá amiga. Também adoro "falar" contigo...
    Talvez seja melhor falarmos através de mail... cat_3105@sapo.pt
    Lá dou-te o meu msn... ok?
    Talvez a nossa vida fique transparente :)
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.