Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Sou mais, sem ti! - História de Vida de Cristina

 

 

Olho as fotografias gastas, que se guardam naquelas gavetas que nunca se abrem. Os teus olhos são doces, carregados de uma expressão que te caracteriza e dá vida àquele momento preso.

Lembram-se os olhares quentes, as mãos firmes de certezas, os beijos cobertos de promessas. Ensejo enamorado, dolorosamente terminado.

Lembram-se as vozes de um anjo que trazia, entre penas brancas e macias, a mensagem que eu tanto ansiava. Mas aquele cupido estancou-me a dor, com uma seta envenenada. Nada do que prometia se concretizava.

 

Cai uma lágrima pelas recordações. Por todas as vezes que ficas-te no meu coração, e por todas as vezes que o destroçaste.

 

A culpa não são dos Deuses em que acreditei, a culpa não é do anjo falso, nem das palavras meigas que me amenizavam a dor.

A culpa é minha, por acreditar que o céu era meu, sem nunca me teres levado até ele.

A culpa é minha, por te deixar livre em meu coração, por deixar alastrar metástases perigosas e letais, até que a minha mente já não pensava, já não sorria… Apenas sofria…

A culpa é minha, porque me dou, sem receber!

Porque amo, sem ser amada!

Porque quero, sem ser verdadeiramente desejada!

 

Hoje sei, que tudo o que foste, já não És.

Tudo o que éramos, já não existe.

Tudo o que resta, são memórias.

Estas memórias existem, para que eu de lembre de pessoas como tu!

 

Pessoas que não existem para nos fazer feliz, para nos amar, para nos fazer sorrir.

Existem só para falar de nós baixinho, apontar no meio da rua, e rir de nós quando não nos podemos defender.

Existem para pensar pela cabeça de outros, sem ter vontade própria.

Existem para nos tornar mais fortes, mais conscientes, e mais mulheres.

 

Existem pessoas como tu, para que eu me lembre, que sou mais!!!

Sou muito mais, sem ti!

 

Catarina Portela

 

Este texto foi baseado na História de Vida de Cristina.

 


 

 

Cristina é uma Jovem, cansada de um rapaz que nunca mais se decide. Tanto a ama, como a deixa sem explicãção. Vem quando lhe apetece, quando se sente só, quando não sofre influências...
Quantos rapazes, homens, e menos homens, não existem com estas caracteristicas?
Mais do que se pensa... Bem mais!

7 comentários

Comentar post