Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Tenho Saudades

 

 

Tenho saudades daquela porta ao lado, que se abria quando menos se esperava e alguém gritava com inquietação.

Tenho saudades das bolachas antigas, e da pasta de chocolate que existia sempre, e que desaparecia quando um bom filme, ou uma óptima série despertava.

Tenho saudades até da agitação que existia, e das pequenas injustiças que faziam parte dessa vida.

Tenho saudades da minha cama, do perfume do meu quarto.

Tenho saudades de acordar com o cheiro a Natal.

Daqueles dias em que a mãe tirava as bolas, as fitas e pinhas, e como se por magia, se harmonizavam dentro de um vaso, que aparentemente não tinha vida.

Era o único dia em que a casa não era tocada por mim, e estava com um aspecto de conto de fadas.

E o Natal era simples, com mesa para três. E chegava assim…

 

Tão calado fica o mundo sem a família por perto. Tão vazias são as paredes, e tão distante parece o sossego.

Tanto era o local mais apetecível do Universo, como tão depressa se tornava no sufoco para um novo espaço. O meu.

E agora tão vazio é o meu mundo, quando sei que vocês me respondiam quando chamava. Vocês ouviam quando discursava. Vocês berravam, choravam, davam-me cócegas, faziam-me rir e era um mundo completo. E agora? É só um rumo, sem tecto.

 

Não é triste, nem constrangedor, é só incompleto. Como se não houvesse resposta. Como se construísse um Castelo, pedra a pedra, com as minhas mãos. Quando olho para o lado, vejo tudo e todos, a construirem algo, sem aquele esforço, aquele sacrifício.

Tudo quer, e tem.  E eu só sujo as mãos e no fim, vem o mar e desfaz o castelo em dois segundos.

Um castelo devia ter suor de mais que duas mãos. Não devia sujeitar uma só pessoa e perder o tempo, o dinheiro, a qualidade de vida, e no fim exigir que sorria, e que tenha tempo e vontade para tudo o resto.

Um castelo, devia ser sólido, e não parecer um baralho de cartas posto de forma ordenada.

 

Tudo se desfaz com o maior das facilidades, mesmo quando existe Tudo para se ser feliz.

Agora imagine, quando não existe tudo…

 

Sim, tenho saudades, como poderia não ter?



música que o Dragão Azul aconselhou...

10 comentários

Comentar post