Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Morte em mim...




 

  

Tu, que me vês a morrer devagarinho, onde já ouço baixinho uma voz que me chama.

Perdem-se as forças, para comer, para falar, perde-se a esperança, de acreditar num amanha, e vem lá dentro aquela luz, aquela raiz que abona, mas já não é forte.

Estou entregue à minha sorte.

 

Vejo a vida a passar por mim, assim devagarinho, e parece pouco o tempo que tive para estar contigo, para te ver e te sentir.

E sinto que falta tanto por fazer, tantos problemas para resolver.

Preciso de ficar!

 

Tenho um olhar de despedida, como se cada dia fosse o ultimo. Entro por dentro dos que amo para dizer Adeus… mas as palavras são curtas.

E nem preciso de dizer mais, não…

A mensagem chegou ao destino.

 

Relembro o vídeo de nascença que vi em casa.

Como tudo começa!

Como eu gostava de estar a nascer, como gostava de voltar atrás.

Entrega-se em mim um medo gélido, de pensar como acaba.

Da dor que vou sentir.

De sofrimento que tenho por vos deixar a todos.

 

Estou cercado de dores, de cansaço.

E não adianta visitar-me, só me causa mais dor.

Relembrar, e voltar a lembrar que me vêem, e pode ser a ultima vez.

As minhas rugas ainda não são profundas, porque me levas?

Porque não me deixas ficar?

Porque me roubas assim, do meu lugar?!

 

Se eu pudesse ficar e dizer tudo o que tenho cá dentro.

Se eu pudesse ouvir tudo o que tinham para me dizer, a minha vida teria de certeza outro sentido.

E daria aos outros, outro sentido para viver.