Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Equilíbrio - História de Vida de Joana Rosa

 

 

A inocência curta e justa, corre por entre intervalos, indecisa.

Será que te beije na face? Será que espere pelo teu enlace?

 

Namoro contigo, namoro sim! Namoro porque sei que gosto de ti. Assim, como quem esconde um segredo, que é meu por direito!

Tu, sem jeito brincas com a pureza que trago, e sem razão discuto pela relação que não existe…

 

Começa a história de amor de uma vida.

 Sina de menina, que ainda em criança amava, e amo… Amo sim!

 

Diz-se que é uma luz intensa que ilumina os nossos amados, e que é assim que os vemos enquanto crianças. Brilhantes, os nossos cavaleiros que sem espadas, travam monstros.

Depressa, estou inquieta por crescer!

 

Crescemos, crescemos, juntos como se unidos por Deus. E discutimos, discutimos, como se Satanás nos invejasse pelo que nos une.

Ano após ano. Primavera atrás de Primavera.

 

A chuva caí, molha a areia do chão, e o mar não parece feliz.

Nós estamos. Não estamos amor?

Nós estamos felizes.

 

Vá, não me deixes só, após todos estes anos de partilha.

 

Sei que peco, e tu também. Chama-se rotina, a que teimo em chamar previsão dos acontecimentos. O tempo tira-nos a capacidade de nos surpreender. Mas querido! São tantos anos… tantos.

Como não entendes que o tempo também mata?!

Mata… Mas mata mais depressa não te ter.

 

Imagina o que é apagar da memória toda uma vida. Imagina que em crianças não nos encontramos… Imagina que naquele dia não choveu no mar. Imagina que as primaveras não apareceram…

Para tudo isso, tens que imaginar somente, que não existimos.

 

No dia em que te vi, alguém sorriu no céu.

No dia em que te perdi, caiu uma lágrima de Deus.

No dia em que voltares, entrará em equilíbrio a Terra e o Olimpo.

Não são só palavras, é o que sinto…

 

 

Texto baseado na vida de Joana Rosa...

 

2 comentários

Comentar post