Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Um Príncipe sem Nome

 

Eu procuro um Príncipe que viva na mesma estrada onde eu caminho todos os dias, e não tenha barcos para remar contra a maré.

 

Prefiro um Príncipe que chore desesperadamente, e me peça para ficar, do que aquele que desiste antes de começar a lutar.

Eu quero aquele que se derrete em momentos sem hora, e me abraça sem demora num tempo nosso, que não se vê. Aquele que não dá quando quero, dá quando menos espero. Aquele que me faz disputar todos os dias para ser desejada por ele, e arranca de mim lágrimas de projectos ansiados.

 

Eu tenho aquilo que procuro, e corro atrás do que sei que me pertence.

Não espero por quem não quer ficar. Não choro por quem não me amar, mas chorarei sempre pelos que já amei.

Vou embora quando sei que não vale a pena, quando a esperança já não serve de nada, e o olhar é escravo e desabitado, como se o amor nunca tivesse existido.

Não luto em batalhas que não tem sentido, não desespero por pequenas aventuras, mas irrito-me com pormenores. Aqueles que fazem toda a diferença, não hoje, mas amanhã.

 

Não apago memórias desagradáveis, apesar da vontade ser, não as lembrar. Guardo-as num palácio, aquele palácio onde vivem princesas de encantar. Onde a Meninice, com varinhas de condão de mil cores, pega em recordações e transforma-as em maturidade. Sou a Princesa sem cortesias e manias, que sabe apenas, como quer a sua vida.

 

E lá, onde a minha mente mora, naquele lugar onde existe uma floresta de perigos, um palácio de memórias, uma estrada velha e cansada, existem crianças, imensas crianças a correr para o lago transparente de sorrisos rasgados.

Existe um príncipe que pega em mim, e me leva de cavalo até ao castelo.

É um príncipe sem rosto e sem nome, sem soldados e protecção.

É quem desejar ser meu, apenas com o coração.

 

 

12 comentários

Comentar post