Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Histórias de Vida

Escrevam para catarinaportela86@gmail.com e conte sua a história da sua vida.

Uma justiça, que me irrita!

 

 

 

 

Lutar contra classes sociais à parte é de facto uma batalha perdida.
O conceito de justiça esvanece, para nunca mais voltar a existir.
As leis não são feitas a favor do cidadão íntegro.
As leis são feitas a favor de quem paga, e bem, e de quem tem uma posição social elevada.
As leis são feitas para Políticos, Médicos, Chefes de Estado, Presidentes dos Clubes de Futebol. São feitas para os grandes…
Os grandes f…… da p……!!!
 
Para um simples mortal, que não tem onde cair morto, a lei é digna de um quebra-cabeças.
Sim, é.
Quem pensa que vai à Segurança Social buscar um bom advogado está enganado.
Qualquer que seja o advogado nomeado, tem outros clientes que lhes mostram a cor do dinheiro, na hora!
Enquanto a Segurança Social, demora a pagar. Assim o processo arrasta-se vezes sem conta, é relembrado na noite anterior da audiência, ou quem sabe, algumas horas antes.
 
É compreensível?
Bem, compreensível até pode ser, justo é que não é!
 
E Tribunal de Menores, existe?
A mim não me parece…
Parece quem ficam à espera que as crianças cresçam até que possam ser defendidas por Adultos.
E dizem eles: - Então, é para isso que existem Tutores!
Então se existem Tutores, porque é que existe Tribunal de Menores!?
Desculpem lá se estou a ser ignorante ou a despejar estupidez!
Infelizmente, não me parece que esteja errada.
 
Quantos casos lutam insistentemente por pôr um fim a processos que andam nas mãos da justiça à mais de 10 anos!?
Não, Não me enganei… 10 anos!
 
Quantos tem que pagar à suposta justiça, quando justiça não foi feita?
Quantos e quantos casos lutam contra Médicos, Enfermeiros, Cirurgiões, Patrões e até Advogados e Juízes, e infelizmente os casos saem tal e qual como entram.
Sem solução e sem justiça.
 
Irrita-me o Caso de Maddie, o Caso Esmeralda, O Caso Joana…
Irrita-me os Casos que vejo, os que ouço, os que sinto.
Irrita-me ver, saber, reflectir em algo que não existe.
Irrita-me olhar para trás e pensar que já acreditei.